Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

Bem… como nos foi sugerido e nos aceitamos as vossas sugestoes hoje vou abordar a homossexualidade no que diz respeito a casamento e adopçao… Vou abordar do meu ponto de vista, que quer seja o mesmo que o vosso ou nao, nao deixa de ser isso mesmo… o meu ponto de vista sobre este assunto tao controverso.

Como sabem vivo num pais em que a homossexualidade, bissexualidade e heterossexualidade sao perfeitamente aceites. Se por um lado aceito a homossexualidade, a bissexualidade ja me custa mais a aceitar. Porque ? Porque parece-me que ja nao se trata de uma opçao sexual mas sim de um « tudo o que vier a rede é peixe ».
Nao sou homofobica, conheço pessoas homossexuais e nao sao diferentes de ninguém. Alguns homens tem tendencia a ser mais femininos, so what ? Nada contra. Eu aceito-os, apesar de nao compreender muito bem, aceito, porque acima de tudo sao pessoas com escolhas e livre arbitrio e nenhum de nos é alguém para condenar. Mas a discriminaçao existe. Existe em relaçao a opçao sexual, etnia, estatuto social. Existe e existira sempre.
Eu concordo com o casamento homossexual. Se duas pessoas se amam, partilham uma casa, trabalham, pagam os seus impostos, sao cidadaos que cumprem os seus deveres, porque nao terao também os mesmos direitos ? So porque tem os dois barba, ou elas um par de mamas cada uma ? Se ha amor, mesmo que nos pareça contra-natura, devem poder casar-se. Porque afinal, como seres humanos que sao so procuram a felicidade e a pessoa certa. Portanto, Casamento Homossexual ? Sim !
Relativamente a adopçao. O caso muda de figura. Ainda nao tenho uma opiniao muito bem formada, mas confesso que adopçao de crianças por parte de dois pais ou duas maes me faz confusao. Nao ponho em causa a capacidade dos mesmos. Mas custa-me separar a educaçao da influencia no seu comportamento quando adulto/a. Nao, nao é preferivel viver num orfanato, sem amor ou condiçoes, mas até que ponto um casal do mesmo sexo vai influenciar o futuro da criança na sociedade? Até que ponto uma criança é capaz de enfrentar outras e admitir que os pais sao diferentes? O ambiente em que a criança é criada influencia a sua vida futura. Por muito amor e carinho que receba no lar, tera sempre a ideia de que os pais é que estao bem, e as pessoas do mesmo sexo juntas é perfeitamente normal… o que nao é… desculpem qualquer coisinha, mas a homossexualidade, apesar de nao ser condenavel ou coisa parecida, nao é o padrao de comportamento sexual original… Portanto, relativamente a este assunto, ainda tenho uma opiniao que devera ser amadurecida…

Entao e voces ??



publicado por Jo às 09:05 | link do post | favorito

De Margot a 7 de Janeiro de 2010 às 10:14
Relativamente ao casamento homossexual, nem sequer entendo muito bem o porquê de tanta polémica, quando o que se trata aqui é do casamento civil e não religioso. Acho que deveria ser óbvio para todas as pessoas que cada um deveria ser livre de o fazer! (Isto já para não falar que será um incentivo à industria dos casamentos, uma vez que grande parte dos casais heterossexuais já se deixaram de gastar dinheiro nesse tipo de coisas, mas para os casais homossexuais, uma vez que é novidade, não faltarão as celebrações!!)
Relativamente à questão da adopção discordo da vossa opinião. Tal como nascem crianças homo de casais hetero, não vejo porque razão acham que os casais homo iriam influenciar a educação das crianças nesse sentido.
As primeiras crianças a serem adoptadas poderiam ser discriminadas entre os amiguinhos, na escola, sim, mas não o foram também os filhos dos primeiros casais divorciados? Quando a situação for mais comum, já ninguém dará importância a esse tipo de preconceitos.
Tal como nos casais hetero, desde que sejam bem avaliados, não vejo porque os casais homo não possam adoptar. E até poderão criar e educar crianças com uma mente muito mais aberta e tolerante que muitas famílias ditas tradicionais.


De Sónia a 7 de Janeiro de 2010 às 18:12
100% de acordo com a opniao da Margot, eu própria nao o diria melhor.

Agora s m permitem,foi retirado do site da iol..

Lésbica «invade» apresentação de livro contra casamento gay
Helena Martins deu um ramo de flores aos autores do livro e confrontou os presentes: «Olhem para mim. Sou um ser humano»

Helena Martins tinha prometido uma manifestação pacífica à porta da editora que apresentou, esta quarta-feira, o livro «Porque não, casamento entre pessoas do mesmo sexo». No entanto, «a montanha pariu um rato», como disse a própria, e apenas Helena apareceu.

Depois das palavras dos autores, assumidamente contra o casamento homossexual, a lésbica interveio: «Vim aqui dar-vos um ramo de flores, o ramo da noiva, ironicamente. Não podia deixar de vir aqui dialogar convosco e dar-vos o meu próprio livro: Porque sim.»

À plateia, Helena deixou um desafio: «Olhem para mim. Vejam pessoas concretas. Eu sou um ser humano.»

Criada no seio de uma família católica, a homossexual admitiu que os seus familiares «foram os primeiros a dizer que queriam era que eu fosse feliz». «Mas como é que posso ser feliz sem poder dizer: a minha mulher...», comentou.

E quem fala assim não é gago ;)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Os homens escusam limpar os pés porque também não entram. Este blog é só para o sexo mais forte!
Autoria
posts recentes

Ah pois é :)

Mas a culpa não é nossa.....

Já não chega de passarinh...

De volta...

Dia dos namorados...

A proposito de um post da...

Voces estao a ver???

Nunca se falou aqui!!!

As sogras

Porquê!!!

arquivos

Setembro 2010

Agosto 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Tags

vida(142)

mulheres(74)

sexo(43)

amor(37)

relacionamentos(34)

homens(28)

cenasdegaija(17)

actualidade(14)

mundo(14)

horóscopo(12)

moda(11)

eu(7)

beleza(5)

sociedade(5)

dieta(4)

dietas(4)

parabéns(4)

sedução(4)

anorexia(3)

crianças(3)

todas as tags

subscrever feeds